quinta-feira, 10 de abril de 2014

Provado (por Pedro Moacyr Pérez da Silveira*)

Está provado: é um pouco mais seguro viajarmos
em um avião bimotor do que em um bipolar.
 
 

*"Roubado" (descaradamente) do Facebook, sem autorização expressa (ou tácita) do autor.

Boring!

Estou em Porto Alegre. Sozinho, em um hotel da zona central. Na tevê, um jogo do Grêmio. Meu contato com o mundo, desde quarta-feira, tem-se dado através deste teclado. Explico: vim à capital para frequentar, por convocação superior, um curso de atualização em Direito e Processo Penal. Manhãs e tardes sentado, fazendo força para acompanhar, com um mínimo de interesse, assuntos técnicos que, daqui a pouco tempo (três anos), serão definitivamente deletados da minha cabeça, remetidos à lixeira dos arquivos inúteis da minha vida. A aposentadoria se aproxima.
 
Nesses dias tenho pouquíssimo falado. Um "bom-dia" a alguém no elevador ou na recepção do hotel; um pedido de um prato ao garçom que me atende no restaurante; um "obrigado" aqui, outro ali. De resto, silêncio. Nem com os outros que estão participando do curso acabo conversando. Não os conheço. Gente mais nova, que terá muitos outros cursos desses pela frente. Pobre gurizada, que usa uns ternos cafonas e muito gel nos cabelos. Pobres juizinhas feiosas (vai mal o Judiciáro Gaúcho no quesito beleza feminina)!
 
Amanhã volto para casa. Com muito assunto e vontade de conversar (menos sobre a nova Lei de Execuções Penais).